Captação de água de chuva para uso não potável: vantagens e desvantagens do uso do sistema


A chuva é uma fonte de água doce valiosa fundamental para a sobrevivência e qualidade de vida. Por esse motivo devemos fazer o uso consciente dos recursos naturais, prevenindo perdas e desperdícios. O projeto de captação de águas pluviais integrado com sistema hidrosanitário consiste no armazenamento adequado das águas de chuva, de forma que o sistema é dimensionado de acordo com a demanda hídrica da residência/estabelecimento. As águas armazenadas passam por um sistema de tratamento e tem por finalidade remoção de folhas e partículas de sujeira, permitindo seu uso não potável, como descargas dos sanitários, irrigação das plantas, lavagem de veículos e quintais, entre outros. Preferencialmente deseja-se que o projeto de captação seja instalado no decorrer da construção, porém o projeto pode ser adaptado para construções já concluídas.

Algumas medidas que podem amenizar a questão do gasto excessivo de água são:

A vantagem econômica do aproveitamento de água de chuva se baseia na menor necessidade de fornecimento de água pelas companhias de saneamento, tendo como consequência a redução de despesas com água potável e esgoto para os usuários.

A economia é sensível em todas as instâncias: residências unifamiliares, edifícios residenciais e comerciais, e principalmente indústrias, que geralmente possuem uma grande área de captação e diversos usos não potáveis para a água.

Como funciona o sistema

O sistema de aproveitamento de água da chuva funciona da seguinte maneira: a água é coletada de superfícies impermeáveis, normalmente telhados, mas podendo abranger quadras, pavimentos abertos, ou qualquer outra superfície de fácil drenagem e pouca poluição. Em seguida é filtrada e armazenada em reservatórios de acumulação, que podem ser superficiais, enterrados ou elevados e constituídos de diversos materiais, como blocos de concreto, aço, plástico, polietileno, entre outros.

Vantagens

  • É uma atitude ecologicamente responsável, pois reaproveita a água da chuva em vez de utilizar o precioso recurso hídrico potável, diminuindo sua pegada hídrica;

  • Pode ser instalada em qualquer ambiente: rural ou urbano, casa ou apartamento, indústria ou comércio;

  • Representa uma economia significativa na conta de água;

  • Sistema adaptável as condições de consumo de água;

  • Ajuda a conter enchentes ao armazenar parte da água que, caso contrário, iria para rios e lagos;

  • Ajuda em tempos de crise hídrica e até está sendo utilizada em áreas do sertão nordestino como forma de combate às secas;

  • Incentivo à cultura de sustentabilidade ecológica nas construções, fazendo você a sua parte.

Desvantagens

  • As calhas devem ser limpas para impedir contaminação através de fezes de ratos ou de animais mortos e mantidas em boas condições;

  • O interior da cisterna também deve ser limpo periodicamente, assim como a caixa de água;

  • A instalação, se for ligada à rede de encanamentos da casa, precisará de um profissional para rearranjar os encanamentos (lembrando que a água não pode ser utilizada para consumo porque não é potável);

  • Algumas cisternas de plástico podem deformar com o tempo, ou apresentar rachaduras. Procure uma com filtro anti-UV 8 ou construa uma de alvenaria;

  • Caso seja enterrada (ou subterrânea), seu custo de instalação será maior.

Lembre-se: se a água for bem captada, tratada e armazenada, pode ficar disponível para utilização para os mais diversos fins.

#captaçãodeágua #águapotável #chuva #economia #meioambiente

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo